Jerusalém: uma mensagem dos líderes cristãos palestinos

Queridas irmãs e queridos irmãos brasileiros,

Saudações da Terra Santa!

Nós, líderes na família cristã na Palestina, a terra da encarnação de Cristo, enviamos-lhes nossas saudações natalinas e os mais sinceros desejos nesta época abençoada.

Unimo-nos a vocês em oração por Jair Bolsonaro, presidente eleito do Brasil. Oramos por um futuro justo e próspero para o povo brasileiro. Ao mesmo tempo, nos sentimos profundamente preocupados pelos pronunciamentos feitos recentemente por Bolsonaro em relação à nossa terra, particularmente sobre a cidade de Jerusalém, e por sua intenção de mudar a Embaixada Brasileira de Tel Aviv para Jerusalém. Tal mudança não apenas configuraria uma violação das leis internacionais, mas também minaria qualquer possibilidade de se alcançar uma paz justa, baseada nas intermediações e resoluções das Nações Unidas. Isso aumentaria a tensão em toda a região.

Além disso, esta medida representaria uma séria ameaça à nossa existência como comunidade cristã em Jerusalém e na Terra Santa, já que promoveria uma identidade exclusiva para a cidade. É impossível superestimar a importância deste assunto para nós.

Também nos sentimos igualmente apreensivos pelos relatos do possível apoio cristão e evangélico a esta mudança, que estaria em contradição com a posição oficial dos líderes da Igreja em Jerusalém e da comunidade cristã na Terra Santa. Como parte do único corpo de Cristo, fazemos um chamamento a nossas irmãs e nossos irmãos em Cristo para que levem em consideração nosso posicionamento e perspectiva, especialmente quando se trata de uma questão de simples sobrevivência. 

Jerusalém deveria ser uma cidade de paz, justiça e reconciliação. Ela deveria ser uma cidade compartilhada por cristãos, judeus e muçulmanos, e por dois povos com direitos iguais para todos os seus habitantes.

Nós recorremos a vocês para que levem nossa voz ao Sr. Bolsonaro! Por favor, estendam-lhe nossos melhores desejos, além de um convite para que visite Jerusalém e Belém, e se reúna com palestinos e israelenses, atuando como uma ponte para a paz entre nossas duas comunidades.

“Glória a Deus nas maiores alturas, e paz na terra entre os homens, a quem ele quer bem” (Evangelho de São Lucas 2.14).

Rev. Dr. Jack Sara, Presidente do Seminário Bíblico de Belém; Coordenador para o Oriente Médio e África do Norte da Aliança Evangélica Mundial
Rev. Dr. Munther Isaac, Deão Acadêmico do Seminário Bíblico de Belém; Pastor da Igreja Evangélica Luterana Natal

Apoiam esta carta:
Patriarca Michel Sabbah, Arcebispo e Patriarca Latino Emérito de Jerusalém
Arcebispo Atallah Hanna, Arcebispo de Sebastia - Patriarcado Grego Ortodoxo de Jerusalém
Bispo Dr. Munib Younan, Bispo Emérito da Igreja Evangélica Luterana da Jordânia e da Terra Santa; ex-presidente da Federação Luterana Mundial
Rev. Dr. Mitri Raheb, Presidente da Universidade Dar Al Kalima
Rev. Azar Ajaj, Presidente da Faculdade Evangélica de Nazaré
Sr. Rifat Kassis, Coordenador da Organização Kairós Palestina 
Sr. Nidal Abu Zuluf, Iniciativa Conjunta de Defesa dos Direitos, YMCA/YWCA de Jerusalém Oriental

Imprimir