Por um País mais justo e mais verdadeiro

Sentimentos Comuns
Há um manto de tristeza que cobre o nosso país nestes últimos tempos. Tristeza que é fruto do descalabro político que nos assola e que emana dos níveis maiores da nossa república. Estamos estarrecidos junto com a nação ao vermos estruturas de corrupção e de apropriação de recursos públicos sendo sistematicamente reveladas em valores inimagináveis e com vergonhosa naturalidade. A população brasileira está cansada, irada e inconformada com tantos desmandos, tanta exploração e tanta falta de vergonha e de compromisso com o outro e com a própria sociedade. E também por perceber-se objeto de um jogo midiático, que não prima nem pela verdade, nem pelos interesses dos mais pobres e vulneráveis.

Como Aliança Cristã Evangélica nos solidarizamos com toda a população brasileira, da qual somos parte, com as seguintes afirmações:

Buscar a justiça
Queremos uma sociedade que busque a justiça e proteja o pobre, a criança, os idosos, o indígena, as mulheres e o mais vulnerável em nossa estrutura social tão injusta e desigual. Isso significa que as necessárias reformas – seja trabalhista, previdenciária ou do trabalho rural – tenham como objetivo exatamente as marcas de uma nação digna: justiça, cuidado com o vulnerável e políticas públicas que priorizem a saúde, a educação e a moradia.

Denunciar iniquidade
Queremos uma nação que seja governada, em todos os seus níveis – executivo, legislativo e judiciário – por lideranças democraticamente comprometidas com um sistema político sensível às necessidades do país, respeitador da nossa diversidade, marcado por senso de justiça, integridade, transparência e consistente com o respeito ao outro e ao bem comum, expresso em nossa Constituição. Isso significa que propugnamos, com urgência, por uma reforma política que não seja simplesmente elaborada pela presente e desacreditada classe política, mas envolva nela os diferentes segmentos da sociedade civil e seja dela verdadeiramente representativa.

Demandar mudança
Reconhecemos e afirmamos que o atual governo perdeu a governabilidade e a mínima credibilidade diante da sociedade, cenário que exige substanciais mudanças, a ocorrer dentro de critérios constitucionais e na busca por uma liderança que governe a nação de forma democrática, efetiva e com legitimador apoio da população. Propugnamos a imediata renúncia do atual presidente Michel Temer, no reconhecimento de que eleições diretas sejam o caminho mais legitimador do poder, sempre que assim amparadas pela Constituição.

Afirmar posição
Como Aliança Cristã Evangélica nos comprometemos com a busca por um país mais justo e mais verdadeiro. Ao mesmo tempo denunciamos tentativas e artimanhas que busquem a autoproteção, a sustentação das forças corporativas e o interesse dos mais ricos e poderosos.

Como seguidores do Evangelho de Jesus Cristo oramos por este nosso país e por todos os que aqui vivem. Comprometemo-nos com ações que busquem o respeito e a dignidade do outro e estruturas democráticas transparentes, que se percebam a serviço do bem comum e sejam monitoradas nesta direção.

Brasil, maio de 2017
Aliança Cristã Evangélica Brasileira, por seu Conselho Coordenador

Imprimir